Escrever

Não me lembro quando foi que peguei gosto por escrever. Desde sempre minha imaginação sonhadora e fértil me fez criar milhões histórias na cabeça. A empolgação da infância me ajudou a torná-las reais. E em uma tarde tediosa eu era a princesa de um castelo feito de cobertas e lençóis.

Hoje em dia, toda essa junção de sonhos se transforma em um conjunto de palavras, que vão parar no meu bloco de notas quando não cabem mais em mim. Sejam reais ou não meus pensamentos ganham vida em um papel. Sejam mentiras sinceras ou verdades que eu não quero acreditar. Sei que pelo menos alguém, em todo mundo, consegue se encaixar na minha fantasia. É isso o que me faz feliz.

Já escrevi pra pessoas que sei que jamais entenderiam minhas palavras, para quem odeia ler e para quem nem sabe o quanto escrevo. Já escrevi com lágrimas me interrompendo e sorrisos tirando minha concentração. Mas, de todos os meus textos, os melhores são aqueles que não escrevo em lugar nenhum. Pois quem me lê, me entende. E apesar de amar cada texto com um pouquinho de mim, prefiro o mistério de uma poesia sem rima.

Esse texto é da Lara Esters do 18 coisas. Para ler mais textos dela é só clicar aqui.

Anúncios

Um comentário sobre “Escrever

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s