Um filme para assistir no DOMINGO!

O “EU NÃO FAÇO A MENOR IDEIA DO QUE EU TÔ FAZENDO COM A MINHA VIDA” é um filme extraordinário. Clara só queria descobrir o que fazer com a sua vida, mas por pressão dos pais acabou aceitando cursar a faculdade de Medicina, mesmo não tendo vocação. Ela tem muito medo de compartilhar seus sentimentos e pensamentos com seus pais, namorado e amigos. Tudo o que resta é ela continuar com um sorriso no rosto e assim tentar se enganar com sua própria mentira. Até conhecer um rapaz que a ajuda a tentar encontrar um norte para sua vida.

Livro: Anna e o Beijo Francês

Anna-e-o-Beijo-FrancêsMe desculpem pela sumida súbita aqui no blog, esses últimos meses ando muito ocupada e com pouco tempo para escrever, mas prometo que vou fazer o possível para ficar mais presente. Vamos ao que interessa, a partir de agora irei criar algumas categorias novas, e uma delas vai ser resenhas. E para começar esse ano de novidades vou falar sobre um livro que li mês passado, Anna e o Beijo Francês.

Anna Oliphant é obrigada por seu pai a ir estudar – por um ano – em um colégio interno para jovens norte-americanos, em Paris. Mesmo com medo de deixar sua família, sua melhor amiga e o seu paquera, Tohp, ela não tem uma segunda opção. Mas Paris é a cidade luz, um lugar romântico, onde pedidos podem se realizar e Anna não vai demorar muito para perceber isso.

Após ser deixada por seus pais em seu novo quarto, o sentimento de está sozinha em um lugar desconhecido se manifesta, e tudo que resta a ela é chorar, chorar como uma criança que está longe de tudo que amar. Até que a garota do quarto ao lado, Meredith, aparece e tenta acalma-la. E assim com o tempo elas se tornam amigas e ela apresenta Anna aos seus amigos, Rashimi, Josh e St. Clair. De uma certa formar Anna se sente acolhida por eles – como se dali em diante as coisas começassem a mudar e literalmente mudaram.

Dizem que o amor pode surgir de múltiplas maneiras, mas no caso de Anna e St. Clair só precisou de uma troca de olhares e uma simples conversa para perceber que ambos queriam mais que uma amizade. Mas as coisas não são tão simples, St. Clair tem uma namorada e isso só faz Anna se prende ainda mais ao seu paquera de Atlanta, Tohp.

Será que no fim das contas Anna irá conseguir o tão esperado beijo francês?

Uma história maravilhosa, me encantou do começo ao fim, confesso que após ler Anna e o Beijo Francês fiquei apaixonadíssima por Paris, de uma certa maneira os personagens que Stephanie Perkins criou me apresentaram cada pedacinho de Paris e isso só deixou a minha leitura mais saborosa. Estou super ansiosa para ler mais livros dessa escritora, pena que aqui no Brasil só foram publicados dois, em breve vou ler Lola e o Garoto da Casa ao Lado.

Bom, eu amei o livro e super recomendo essa leitura deliciosa para você que busca algo leve e que mexa com o seu imaginário, lhe fazendo viajar lá para Paris e viver uma história pra lá de muito romântica. Se você está atrás disso não perca tempo, se embarque nessa aventura sem medo de se arrepender.