“Até a eternidade, se possível!”

Já se passou um ano que você se foi, parece que foi ontem que tudo aconteceu, porque a dor que eu sinto aqui dentro ainda está tão viva quanto à do dia que lhe perdi. Mas eu não vim aqui parar falar sobre isso, pelo menos não agora. Eu quero falar sobre coisas boas, como os primeiros passinhos do Fernando, eu filmei tudo e vou guardar para mostrar para ele quando completar os 18 anos como a gente havia combinado. Eu sei que onde você estiver deve ter visto, e ficado tão feliz quanto eu. Ele está a cada dia mais parecido com você, e acredita que a primeira palavra que ele disse foi papa. Não duvido nada você ter visto e ficado rindo da minha cara de assustada. Esse momento foi emocionante, queria que você estive-se aqui.. Desculpa, não estou conseguindo conter minhas lágrimas.. Sabe, já estou começando a escrever o livro que tanto queria e estou escrevendo sobre a gente, sobre a nossa história. Não se preocupe, não vai ser mais um daqueles livros tristes que a cada página faz o leitor derramar centenas de lágrimas, o nosso é uma comédia pra lá de muito romântica. E vou dedica-lo exclusivamente a você amor, a pessoa que mais acreditou em mim e que me deu forças para sempre buscar pelos meus objetivos. Obrigada, muitíssimo obrigada!

Antes que eu esqueça trouxe essas flores para você, rosas brancas, quem ver não acredita que elas são do nosso jardim, no fim das contas o dinheiro que a gente gastou nele não foi em vão. É, eu sei que elas são lindas. Elas são um pedacinho da nossa história, lembro-me de quando você me deu aquele saquinho em um dos nossos encontros e você disse que dentro dele tinha uma vida e que ela precisava da gente para sobreviver, quando abrir lá tinha uma semente, como você mesmo disse, “Uma semente de rosa branca é vista por muitos como um símbolo de paz, mas para mim ela simboliza união.. E desde o dia em que lhe salvei daquele temporal sei que você é a mulher que eu quero compartilhar o resto dos meus dias, a eternidade se possível!”.

– Meu amor você aceita essa semente?

– Você é um louco.. Mas é o louco que eu quero ao meu lado por trilhões e trilhões de anos.. Claro que eu aceito amor!

E assim você me puxou para os seus braços e me deu um abraço daqueles que nos fazem esquecer tudo.

Eu amo você – você sussurrou no meu ouvido e em seguida me beijou. Eu me senti a pessoa mais feliz do mundo. Mesmo com meu nervosismo enorme, e as palavras não saindo muito bem, criei coragem e falei tudo o que eu queria falar a meses para você.

Eu.. Eu te.. Eu te amo! – Nossos olhares se encontraram, você passou a sua mão lentamente pela minha face e sorriu. Parecia que você já sabia, sempre soube. Você em segundos me beijou, um beijo calmo e intenso.

Como é bom relembrar aquele dia. É bom relembrar todos os dias que tive a sorte de passar ao seu lado. Deus não deveria ter te levado assim tão depressa, nós queríamos ter tido mais tempo com você. Você precisava de mais tempo aqui conosco. Eu sei que você está sempre ao nosso lado presente espiritualmente e está vivo em nossos corações. Mas nesses últimos 365 dias eu ainda não consigo acreditar que lhe perdi. Tem dias que eu acordo na esperança que tudo isso tenha sido um sonho, e com a expectativa de lhe ver ali deitado do meu lado, mas acabo voltando rápido demais para a realidade. O pior momento é quando o telefone tocar exatamente as 17:00hrs, eu sempre penso que é você me ligando e corro pra atender, e as vezes antes de alguém falar algo, eu digo: Amor estou morrendo de saudades, que horas você vai voltar? – Era assim que a gente se comunicava, esse é o nosso horário. Mas aí eu lembro que você se foi e a pessoa que está do outro lado da linha não é você, e tudo que me resta é desligar o telefone e chorar, chorar pedindo a Deus para te trazer de volta. Mesmo sabendo que isso é impossível.

Diante disso lembro-me que não posso fraquejar. Que eu tenho que erguer a cabeça e cuidar do nosso amor, do nosso filho. Ele é quem me dar energia para continuar lutando a cada instante. Quando ele sorrir, sei que tudo vai ficar bem. Quando ele me abraça, me sinto mais viva. Quando ele tenta fazer alguma coisa que a principio não consegue, mas mesmo assim não desiste e continua tentando até se dar conta que conseguiu, eu sei que estou fazendo a coisa certa e que não preciso mudar nada na minha vida, pois o tempo irá se encarregar de fazer isso. Ele me faz lembrar de você, ele tem uma parte sua que é extraordinária, e mesmo você não podendo está aqui para o aconselhar, o ensinar, para dar a ele um amor paterno. Sei que ele vai ser um bom garoto, e um grande homem, pois ele herdou algo que só você poderia ensina-lo, a capacidade de cultivar coisas boas e transmiti-las ao próximo através de gestos e palavras. Isso você sempre dominou!

É meu amor já está na hora de eu ir, foi bom poder vim aqui e conversar com você, as horas passaram tão rápido, mas quando estamos juntos sempre é assim. Bom, ainda tenho que ir buscar o Fernando na casa da sua mãe. Pode deixar que dou nele um beijo por você. Sabe, é engraçado, às vezes te conheço tão bem que você nem precisa falar algo para eu saber o que você está querendo dizer, basta sentir, e eu sinto você. Obrigada por me ouvir. Saiba que eu continuo te amando… Sempre, por trilhões e trilhões de anos, ou, até a eternidade se possível! – e assim me levantei e sair andando lentamente, sentindo aquela brisa de inverno…

– É possível! – alguém sussurrou, me virei e vi que não havia ninguém, neste momento tive a certeza que ele estava ali, apenas sorrir.

– É possível! –  repeti para eu mesma e continuei…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s